2012

08/01/2013 § 1 Comentário

2012

 

natal { jul }

18/12/2011 § Deixe um comentário

o natal na noruega é cheio de comemorações e tradições, velhas e novas.

com o início do advento (vinda) começa a preparação para o natal com o calendário do advento que marca quatro domingos antes do natal onde quatro velas são acessas e se canta tenn lys.

luciadagen uma festa de origem pagã mas que passou a comemorar o aniversário da morte de sta. lucia (luz).

também fazem, principalmente nos jardins de infância e escolas o nissefest, a festa do duende do natal – nissen. todos se vestem de nisse (elfo), roupas vermelhas, bochechas vermelhas e sardas, cantam, dançam à volta da àrvore de natal e comem guloseimas, clementinas, passas e chocolate.

na televisão a programação também é muito especial, principalmente para os mais novos. as séries preferidas dos meus pequenos são a jul i blåfjell e Jesus e Josefine. e o  jul på slottet, o concerto de natal na casa real

(onde se inclue esta musica maravilhosa…).

um bom natal para todos…  que nós agora vamos “ver” o natal em portugal

 

 

nas nuvens

01/06/2011 § 1 Comentário

estamos num rebuliço com um pé cá e outro já meio lá e a cabeça nas nuvens pois vamos viver para a Noruega.

é um sonho muito antigo, os planos começamos a fazê-los à quase um ano e agora estamos a começar a vivê-lo…   

africa

19/04/2011 § 1 Comentário

hoje foi um luxo… “trabalhei” a ver espectáculos exclusivos para mim e para africa ( every day may not be good…, but there is something good in every day )

natureza

24/01/2011 § 1 Comentário

uma caminhado pela serra do gerês até ao curral do camalhão num dia muito ventoso deu para desenferrujar as pernas e estar com os amigos

~  true inspiration is in nature ~   { back to basics }

estado de vida

04/01/2011 § 1 Comentário

 

“morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.

morre lentamente quem se transforma escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajecto, quem não muda as marcas no supermercado, não arrisca vestir uma cor nova, não conversa com quem não conhece.

morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o “preto no branco” e os “pontos nos is” a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho, quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projecto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.

evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples acto de respirar. Estejamos vivos, então! “

Pablo Neruda

um susto chamado CONVULSÃO

25/07/2010 § 2 comentários

 

não fazia a minima ideia do que era uma convulsão febril

mas depois de presenciar uma digo-vos:  – é um grande susto…,

 mas nada como um sorriso maroto para seguir em frente.

Where Am I?

You are currently browsing the dias category at *.